O Legado de Michael

¨Se cavarmos debaixo do sensacionalismo, encontra-se um verdadeiro visionário e humanitário. Se olharmos para além do rótulo de "loucos" atribuído a seus fãs, encontram-se em sua maioria pessoas inteligentes e pensantes que possivelmente são o maior legado que ele deixou neste mundo.¨ 


¨Os visionários são aqueles seres raros que vêm talvez, a cada raros milênios: os Bodhisattvas do mundo. Eles normalmente são sensitivos que começam na infância, literalmente, a sentir a dor do mundo e fazem votos para o cosmos no início da vida para mudar ou melhorar. Eles passam sensibilização e mobilização de forças para a mudança, a fim de tornar o mundo um lugar melhor. Contados entre eles estão: Gandhi, Martin Luther King Jr, Madre Teresa de Calcutá, John Lennon, Lady Diana Spencer, Sua Santidade o Dalai Lama, Mattie Stepanek, Nelson Mandela e nosso Moonwalker.

O homem mais famoso do mundo – literalmente - parou o mundo e a internet, quando se tornou imortal em 25 de junho de 2009. Michael Jackson em Sua ousadia e talento chamou a atenção e Michael sabia como chamar a atenção de todos, ele enfaticamente entregou a mensagem. Foi envolta de uma forma que todos pudessem entender, a linguagem universal da música. 

Líder de torcida para uma humanidade e uma força de aglutinação, compaixão e mobilização de forças globais, para a filantropia e a reforma social. Um mensageiro global, a subida ao estrelato lhe proporcionou visibilidade e uma plataforma mundial para transmitir sua mensagem.
Quando criança, ele sentiu a dor aguda do mundo e, especialmente, a dor das crianças do mundo. As palavras de Michael em seu livro Dancing the Dream revelam um segmento de espiritualidade e misticismo raro para alguém tão jovem. Seu trabalho é cheio de mitos, metáforas e história musical e visual, que codifica uma mensagem espiritual impressionante para a raça humana. O curta-metragem Ghost tem uma mensagem sobre o queixo caído, espelho da humanidade e da sombra.
 Seu 'Man in the Mirror' canção escrita por Siedah Garrett, tornou-se um hino de uma geração. Ele doou 100% do produto da canção para a caridade como fez com muitos de seus shows, incluindo a Victory Tour com os seus irmãos. 'Man in the Mirror' auto incentiva a reflexão e a maestria, a fazer e ser a mudança que você deseja ver no mundo "Estou começando com o homem no espelho. Estou pedindo a ele para mudar seus modos. Nenhuma mensagem poderia ter sido mais clara: se você quer fazer do mundo um lugar melhor, então olhe para si mesmo e faça uma mudança."
Michael também produziu 'They Don't Care About U's e outras músicas para enfrentar a brutalidade policial e maus tratos pela autoridade. Sua música e vídeo 'Black or White' mudou as mentalidades da desigualdade racial avançada e diversidade multicultural. Sua We are the world - escrita por ele com piano de Lionel Richie - mais o vídeo que reuniu 39 das faces visíveis sobre a terra, para levantar milhões de dólares para salvar vidas na África. 'Heal the World' foi cantada por crianças ao redor do globo e em 1993, no show do intervalo do Super Bowl, onde o estádio inteiro tornou-se uma colagem de filhos da terra de todas as raças e origens étnicas. Michael era o ímpeto por trás do Live Aid, Band Aid, e ele é responsável por iniciar a tendência para os músicos e celebridades para participar de captação de recursos e da filantropia.
Seu hino ambiental e épico, a música e o vídeo de 'Earth Song' foi uma característica marcante de seu show de retorno planejado 'This Is It'. 'Earth  Song' traz a mensagem de que devemos nos tornar depositários não só, mas mordomos do planeta ou corremos o risco de destruí-lo ou perde-lo.
Sua mensagem espiritual na forma de autorreflexão, compromisso e ação, corajosamente assumiu os temas: racismo, desigualdade, guerra, pobreza, as gangues, as drogas ilícitas, a apatia, o abuso de poder, o mal, jovens em risco, a educação, os laços familiares e uma série de questões sociais contemporâneas. Vídeos de música do Live Earth pode ser encontrado no Youtube, incrivelmente crus em suas emoções e austero na sua mensagem. 
'Don't Stop till You Get Enough' é sobre a força em destaque em 'Star Wars' de George Lucas, ele era um fã de ambos (Lucas e Spielberg) e ele entendeu o conceito da força, uma consciência intuitiva de energia que permeia a criação. Ele sempre dizia que era a energia intuitiva, Força, ou Deus, que escrevia suas letras, realizado e trabalhado com ele. Ele negou o seu próprio gênio dizendo que a sua criatividade e poder não vem dele, mas por meio dele. Ele até escreve sobre isso em 'Dancing the Dream'.

O último álbum de Michael produzido,
'Invincible' incluiu 'Cry', uma canção sobre nós. Significa a humanidade coletiva, sendo um dos escolhidos e precisando de algum tipo de sinal que somos "nele"... a missão de mudar o mundo e criar uma versão melhor do ser humano.

Apresentava-se durante seu show um tanque militar e um soldado que estabelece a sua arma para uma criança que se estende em uma oferta de paz. Ele organizou concertos nos incomodados pontos do mundo como a zona desmilitarizada entre o Norte e a Coréia do Sul pedindo a seus promotores para enviar-lhe onde ele era necessário. Ele fez com Pavarotti em benefícios para a organização 'Warchild' para ajudar as crianças no Kosovo e na Guatemala. Ele recrutou Slash, The Scorpions, Boyz II Men, Luther Vandross, Mariah Carey, AR Rahman, Prabhu Deva Sundaram, Shobana Chandrakumar, Andrea Bocelli e Luciano Pavarotti para shows de
Michael Jackson and Friends. Os recursos foram doados a Nelson Mandela Children's Fund, a Cruz Vermelha e a UNESCO.
Depois do ataque terrorista do '11 de setembro' em Nova York, Michael Jackson ajudou a organizar o 'United We Stand: What More Can I Give' concerto beneficente no RFK Stadium, em Washington, DC, que foi ao ar em 21 de outubro de 2001 e incluiu dezenas de grandes artistas. Sua canção 'What More Can I Give' foi escrita para o benefício e doação as famílias vítimas de 09/11. Ele fundou o Michael Jackson Burn Center em Culver City Memorial Hospital, na Califórnia. Presidente Clinton pediu mais verbas para a pesquisa da AIDS após Ryan White ter morrido da doença (Ryan White foi mostrado ao mundo e ajudado por Michael, se tornando amigos inseparáveis).

Michael Jackson está listado no Guinness World Book of Records por ter dado apoio a mais instituições de caridade do que nenhum outro artista. Ele se reuniu com chefes de Estado e com os exércitos, marchando ao redor do mundo. A faixa de braço que ele usava todos os dias na sua manga era uma homenagem às crianças e prometeu usá-lo até que não houvesse mais guerras no planeta e não mais crianças com fome. Seus dedos foram gravados com esparadrapos para lembrá-lo e nos lembrar que ainda havia feridos e crianças que sofrem no mundo. 
Michael, enquanto estava em turnê, iria visitar orfanatos e hospitais nos países onde ele se apresentou. Ele muitas vezes se reuniu com líderes e se ele encontrasse condições deploráveis nas suas visitas, ele ameaçava cancelar um concerto a não ser que as condições melhorassem em 24 horas. E ele realmente o fazia. Portanto ninguém jamais ignorava seus pedidos pois provavelmente causariam revoltas entre os cidadãos. 

Há também centenas de histórias de pessoas que foram contatadas pessoalmente por Michael Jackson. Depois que um atirador abriu fogo em Cleveland Elementary School, em Stockton, Califórnia, Michael ligou para o xerife local para pedir uma escolta do aeroporto até a escola para visitar as crianças;
Dave era uma criança que ficou gravemente queimada quando seu pai queimou-o com querosene e ascendeu-lhe fogo e Michael, ao ouvir a história, insistiu em se encontrar e fazer amizade com ele. E assim o fez.

Bela Farcos precisava de um transplante de fígado quando Michael o encontrou em Bethesda Hospital, em Budapeste, assim Michael pagou por seu novo fígado; ele financiou enterros de crianças cujas famílias não podiam pagar, e em um caso, ele enviou o seu casaco de lantejoulas e uma luva para o filho para que com eles fosse enterrado; doou roupas e pertences de angariadores de fundos e foi o ganhador de inumeráveis prêmios humanitários durante a sua vida e mais uma vez, o reconhecimento de suas contribuições desde sua morte. 
Seu rancho Neverland Valley tornou-se hospedagem (se ele estava lá ou em viagem) para as crianças que estavam gravemente doentes, vindas das cidades do interior, deficientes, idosos, pobres, jovens em risco, a gangue de filiados, marginalizados e desiludidos. O vídeo de sua famosa 'Beat it' caracterizou membros de gangues reais. Michael recrutou os Crips e os Bloods, que colaboraram para filmá-lo, os dois grupos nunca antes tinha colaborado em nada, exceto na violência.

Seu trabalho com crianças foi muito querido em seu coração. Sua fama e riqueza trouxeram inimigos em sua vida acusando-o de irregularidades com as crianças. As acusações o magoaram profundamente e mais tarde foram provadas como falsas tentativas de tentar extorquir dinheiro dele.

Apesar de considerado inocente, a provação de seu julgamento de 2005 havia prejudicado sua reputação e estava profundamente ferido fazendo com que ele nunca mais acolhesse as crianças no seu rancho de fantasia, nem morou lá novamente. Ele deixou sua casa sentindo que tinha sido maculado irreversivelmente pelos acusadores inescrupulosos. Ele nunca mais voltaria a dormir em seu quarto, surgiram os problemas de sono que, eventualmente, o levaram à sua morte prematura e misteriosa. 
TODO o trabalho de Jackson nos pede para sermos emissários da mudança e da evolução da consciência humana. Um legado humanitário inigualável, obstetrícia planetária e o poder alquímico do Bodhisattva usado para melhorar a humanidade e o planeta. Usando a voz, magia, majestade, arte, dança, mistério, sensualidade, gênio musical, encanto e talento colossal para conseguir sua atenção, puxando as pessoas, e com todas as suas forças para entregar sua mensagem. Michael alardeou a mensagem: Cure o mundo, torne-o um lugar melhor, faça essa mudança e mude o mundo ". 
Se cavarmos debaixo do sensacionalismo, encontra-se um verdadeiro visionário e humanitário. Se olharmos para além do rótulo de "loucos" atribuído a seus fãs, encontram-se em sua maioria pessoas inteligentes e pensantes que possivelmente são o maior legado que ele deixou neste mundo. Como artista mais famoso do mundo ele deixa para trás uma família mundial de muito mais de milhões de admiradores que estão levando a sério os seus ensinamentos. Michael sempre disse que seus fãs seriam o seu legado.

Muitos na mídia tiveram uma demissão sumária por causa da etiqueta de "fã". Mas eles entenderam a mensagem do que significa ser a mudança que queremos ver no mundo e torná-lo um lugar melhor. Seus fãs, eles são um exército de trabalhadores humanitários que estão a ser a mudança. Eles se mobilizam e buscam recursos para causas como os terremotos no Haiti e Chile, entre outros. Eles têm as mensagens de Michael e estão tecendo-as em suas vidas.
Talvez seja a hora de Michael Jackson ser reconhecido por quem ele realmente era. Sua genialidade está lá para quem quiser dar uma olhada, quem quer a verdade e não a versão do tabloide. Se ele fosse reconhecido por suas realizações reais, o que se veria seria um gênio visionário, um mestre espiritual entre nós, que estava escondido à vista de todos e que aparece como um Maker Moonwalking da Magia. E você poderá vir a compreender a força que foi Michael Jackson, então, a verdadeira lenda continua.¨


Alguns atos de caridades

1984


- Michael visita a unidade para vítimas de queimaduras no Hospital Brotman-Memorial em Los Angeles.



- David Smithee, um garoto de 14 anos que sofria de fibrose cística conhece Michael. Ele era fã do cantor e seu último desejo era conhece-lo. Morreu 7 semanas depois.



- Michael doa 19 camas para uma unidade no Mount Senai New York Medical Center. Este centro é parte da T.J. Martell-Foundation de pesquisa para leucemia e câncer.



- Durante uma conferência para a imprensa no Tavern On The Green, Michael anuncia que sua parte do dinheiro arrecadado com a Victory Tour irá ser doada para três organizações de caridade: The United Negro College Fund, Camp Good Times, e a T.J. Martell-Foundation.

- Depois do primeiro show da Victory Tour, Michael conhece 8 crianças com doenças terminais nos bastidores.

- Michael visita o Brotman Memorial Hospital, onde ele foi tratado pelas graves queimaduras que sofreu durante a produção de um comercial da Pepsi. Ele doa todo o dinheiro que recebeu da Pepsi, $1.5 milhão, para o "Michael Jackson Burn Center for Children".

1985

- Michael e outros 44 artistas se encontram para gravar "We Are The World", escrito por Michael e Lionel Ritchie. O dinheiro arrecadado com as vendas do single é doado para as pessoas que passam fome na África. 

 1986

- Michael organiza o "Michael Jackson UNCF Endowed Scholarship Fund". Essa fundação de $1.5 milhão alcança alunos que se destacam em artes cênicas e comunicação, com dinheiro dado todo ano para estudantes que cursam uma faculdade membra da UNFC ou universidade.

- Depois de passar por um transplante de coração, Donna Ashlock de apenas 14 anos, da Califórnia, recebe um telefonema de Michael Jackson. Ele tinha ouvido que ela era uma grande fã sua.

1987

- Michael apóia uma campanha contra o racismo. Ele apóia os esforços da NAACP para lutar contra o preconceito sofrido por artistas negros.
- Ao fim de uma parte de sua turnê Bad, Michael doa alguns de seus objetos pessoais para um leilão beneficente da UNESCO. O dinheiro arrecadado será enviado para a educação de crianças em diferentes países.

- A canção "Man In The Mirror" entra nos charts. O dinheiro das vendas do single vão para o Camp Ronald McDonald for Good Times, um acampamento para crianças que sofrem de câncer.

- Em setembro deste ano, Michael doa US $ 20.000 para a família de Yoshiyaki, um menino japonês seqüestrado e morto recentemente: "Sinto muito e estou muito triste de ouvir Yoshiyaki tão ruim. Se eu pudesse, gostaria de abraçar seus pais e manifestar a minha solidariedade e minha homenagem a Yoshiyaki. Gostaria de dedicar a minha turnê no Japão a Yoshiyaki: Eu sei que você está lá assistindo. Espero que  algo tão brutal e chocante não volte a acontecer. Eu te amo." Antes de cantar a sua canção I Just Can't Stop Loving You, em Yokohama, Michael diz à platéia: "Dedico esta canção ao lado de minha querida amiga Yoshiyaki". Durante a sua estada no Japão, dá thirty objetos cujos benefícios pessoais leilão seria para melhorar a escolarização das crianças em países pobres.
 1988

- Em uma conferência para a imprensa feita pela Pepsi, Michael doa um cheque de $600.000 para a United Negro College Fund.


1999
- Ingressos grátis são dados para três shows em Atlanta, Georgia para a fundação Make A Wish.

- Michael visita crianças que sofrem de câncer no Bambini-Gesu Children's Hospital em Roma. Ele dá autógrafos e dá doces e discos para os pacientes. Ele promete um cheque de 100.000 libras para o hospital.

- Antes de um show no Wembley Stadium, Michael conhece o Príncipe de Wales e sua esposa Diana. Ele dá um cheque de 150.000 libras para o Prince's Trust, e um cheque de 100.000 libras para o hospital infantil da rua Great Ormond.

- Michael visita crianças com doenças terminais no Hospital da Rua Great Ormond. Para uma unidade com pacientes em estado menos crítico, ele fica um pouco mais e conta uma história.

- Em seu 30º aniversário, Michael dá um show em Leeds, England, para a organização inglesa de caridade "Give For Life". O objetivo desta organização é a proteção das crianças. Michael dá um cheque de 65.000 libras.

- Michael visita David Rothenburg de 12 anos de idade. Seu pai havia o queimado seriamente 5 anos antes em um ato de vingança contra sua ex-esposa.

1989

- O dinheiro arrecadado de um dos shows de Michael em Los Angeles é doado para o Childhelp USA, a maior organização de caridade contra abuso infantil. Em agradecimento às contribuições de Michael, Childhelp da Califórnia fundou o "Michael Jackson International Institute for Research On Child Abuse."

- A Bad Tour é finalizada. Durante a turnê, crianças carentes foram selecionadas para irem aos shows de graça e Michael doou dinheiro a hospitais, orfanatos e organizações de caridade.

- Michael visita a Cleveland Elementary School em Stockton, Califórnia. Algumas semanas antes, um homem de 25 anos havia ateado fogo no playground da escola. 5 crianças haviam morrido e outras 39 ficaram feridas.

- Michael convida 200 crianças carentes do Instituto St. Vincent para crianças com deficiência física e mental e da organização Big Brothers e Big Sisters ao Circo Vargas em Santa Bárbara.

- A organização "Wishes Granted" ajuda Darian Pagan de 4 anos, que sofre de leucemia, a conhecer Michael Jackson. Michael convida o garotinho a uma performance de acrobatas canadenses.

- Jovem Ryan White, que sofre de hemofilia, passa os feriados de fim de ano no rancho de Michael. Ryan havia sido infectado pela AIDS com transfusões de sangue contaminado em 1984. Depois de ser expulso de sua escola em Kokomo, Ryan lutou contra a discriminação de vítimas da AIDS.
Ano de 1990

- Michael convida 82 crianças que foram abusadas e abandonadas pela Childhelp ao seu rancho Neverland. Há jogos, um churrasco e uma sessão de cinema para elas.

- 45 crianças do Projeto Dream Street, de Los Angeles para crianças com doenças terminais, são convidadas à Neverland.

- Michael convida 130 crianças do programa de verão YMCA de Los Angeles e Santa Bárbara ao seu rancho Neverland.


1991

Michael é convidado ao evento de caridade Jane Goodall. Michael a apóia - uma advogada de pesquisa de comportamento em relação aos chimpanzés em Gombe, Nigéria, por mais de 30 anos.

- Michael visita a Fundação Youth Sports & Art em Los Angeles. Essa fundação apóia famílias de membros de gangues, e ajuda a lidar com o uso de drogas. Michael conversa com as crianças e as presenteia com uma televisão wide-screen e um cheque.

- A empresa de Michael, MJJ Productions, trata de famílias necessitadas em Los Angeles com mais de 200 jantares de Natal.
1992

- Em 11 dias, Michael Jackson cobre 30.000 milhas na África para visitar hospitais, orfanatos, escolas, igrejas e instituições para crianças com deficiências físicas e mentais.

- Em uma conferência para a imprensa no New York Radio City Music Hall, Michael anuncia que está planejando uma nova turnê mundial, para arrecadar fundos para sua nova fundação, "Heal The World". Essa fundação irá apoiar a luta contra a AIDS, Diabéticos Juvenis e as instituições Camp Ronald McDonald e Make A Wish.

- Michael paga as despesas do funeral de Ramon Sanchez, que foi morto durante os tumultos em Los Angeles.

- Em uma conferência para a imprensa em Londres, Michael anuncia sobre sua fundação Heal The World.

- Michael presenteia o prefeito de Munich, Sr. Kronawitter, com um cheque de 40.000 para as pessoas necessitadas da cidade.

- Michael visita o hospital infantil Sophia em Rotterdam e dá um cheque de 100.000 libras.

- Michael doa L. 821.477.296 para a La Partita del Cuore em Roma e doa 120.000 DM para organizações infantis na Estônia e na Latvia.

- Em um show em Dublin, Irlanda, Michael anuncia que dará 400.000 libras da arrecadação a turnê para várias organizações.

- Michael visita o hospital infantil Rainha Elizabeth em Londres. Para a surpresa das crianças, ele traz Mickey e Minnie Mouse da Euro-Disney para o hospital.

- Na tarde antes ao seu segundo show no Wembley Stadium, Michael presenteia o Príncipe Charles com um cheque de 200.000 libras para o Prince's Trust.

- Nicholas Killen de 6 anos de idade, que perdeu sua visão causada por uma cirurgia de risco contra o câncer, conhece Michael nos bastidores de seu show em Leeds, Inglaterra.

- Michael doa 1 milhão de pesetas para caridade liderada pela Rainha da Espanha.

- Presidente Iliescu da Romênia inaugura um playground para 500 órfãos financiado por Michael. Michael discute sua fundação Heal The World.

- No Aeroporto Kennedy em Nova York, Michael supervisa o embarque de 43 toneladas de medicações, cobertores e roupas de inverno destinadas a Saravejo. A fundação Heal The World colaborou com a AmeriCares para trazer um total de $2.1 milhões em recursos para Saravejo. Elas serão distribuídas com a supervisão nas Nações Unidas.

- Durante uma transmissão para tv pedindo doações para a United Negro College Fund, Michael declara: "Eu estou orgulhoso que o Programa Michael Jackson de Bolsas de Estudo pode dar a mais de 200 jovens uma educação qualificada."]

1993

- Michael é um dos astros a performar na Inauguração Presidencial de Bill Clinton. Antes de cantar "Gone Too Soon" ele fala sobre as vítimas da AIDS e menciona seu amigo Ryan White que morreu da doença.

- Em uma conferência de imprensa no Hotel Century Plaza na cidade de Century, Los Angeles, Michael é presenteado com uma doação de $200.000 da Liga Nacional de Futebol e dos patrocinadores do Super Bowl. Ele recebe mais $500.000 da Fundação BEST para sua Fundação Heal The World. Nesta ocasião, a fundação de "Heal L.A." é oficialmente anunciada.

- Em associação com a Sega, lançou uma iniciativa de distribuir mais de $108.000 em jogos de computador e equipamento para hospitais infantis, orfanatos e outras instituições de caridade infantil pelo Reino Unido.

- Em um encontro no Hotel Century Plaza em Los Angeles, Michael dá um discurso de 5 minutos para 1.200 professores e políticos.

- Com sua turnê "Heal LA", Michael visita a Fundação Watta Health e duas escolas no sul de Los Angeles.

- Ex-presidente Jimmy Carter e Michael, que são os presidentes da iniciativa "Heal Our Children/Heal The World", estão em Atlanta para promover o seu "Atlanta Project Immunization Drive."

- Michael anuncia que irá doar $1.25 milhão para crianças que sofreram com os tumultos em Los Angeles.

- Michael promove o novo DARE-program. A razão do projeto é informar as crianças sobre o perigo do uso de drogas.

- Michael visita um hospital em Washington. Ele gasta várias horas com os pacientes jovens e joga xadrez com alguns.

- Com a Pepsi-Cola da Tailândia, doa $40.000 para a caridade da Crown Princess Maha Chakri Sirindhorn's, a Escola Rural para Crianças e o Youth Development Fund, em apoio a programas de almoço nas escolas dos vilarejos rurais da Tailândia.

- Em união à Pepsi-Cola Internacional, doa novas ambulâncias para o Contacts One Independent Living Center for Children em Moscou, Rússia e o Hospital de Ninos Dr. Ricardo Gutierrez em Buenos Aires, Argentina.

- Doa $100.000 para o Children's Defense Fund, o Children's Diabetes Foundation, o Projeto Atlanta, e o Boys and Girl Club de Newark, Nova Jersey.

- Michael visita um hospital em Santiago.

- Michael torna possível para 5.000 crianças carentes visitarem o Parque Reino Aventura, onde a baleia Keiko ("Free Willy") vivia.

- Com a Fundação Gorbachev, leva 60.000 doses de vacinas para crianças para Tblisi, Geórgia.

- A Fundação Heal The World UK apóia a "Operation Christmas Child" levando brinquedos, dozes, presentes e comida para crianças na antiga Iugoslávia.
1994

- Michael doa $500.000 para a Fundação Para AIDS Elizabeth Taylor.

- No fim de semana do aniversário de Martin Luther King Jr., Michael dá uma festa para mais de 100 crianças carentes no seu rancho Neverland.

- "The Jackson Family Honors" é televisionado. O dinheiro arrecadado com o show é doado para a instituição "Family Caring for Families."

- Michael e sua esposa Lisa Marie visitam dois hospitais infantis em Budapest. Eles distribuem brinquedos para as crianças doentes.

1995

- Michael quer libertar golfinhos que estiveram presos por muitos anos. Ele acredita que deveria haver orientações legais sobre a forma como os golfinhos vivem em zoológicos e parques.

- Pequeno Bela Farkas recebeu um novo fígado. Michael e Lisa Marie conheceram esse garoto de 4 anos durante sua estada na Hungria em 1994. Michael fez de tudo para ajudar Bela, cuja única chance de viver seria com um novo fígado. A Fundação Heal The World cobriu a cirurgia e todos os custos.
1996

- Michael doou um disco de platina-quádrupla de "HIStory" para o evento de caridade Dunblane, ocorrido no Hotel Royal Oak, na Inglaterra.

- Em Soweto, na África do Sul, Michael coloca buquês de flores nas sepulturas das crianças mortas durante os confrontos envolvendo o apartheid.

- Acontece o primeiro Festival Sports da "Esperança" para órfãos e crianças carentes. 3.000 crianças e 600 voluntários participaram e Michael Jackson foi um convidado especial.

- Michael visita a ala de crianças em um hospital de Praga.

- Michael visita um hospital para crianças com doenças mentais em Kaoshiung, Taiwan, e oferece 2.000 ingressos grátis para o show - já lotado - em Kaoshiung.

- Michael doa o dinheiro arrecadado com seu show na Tunísia para o "The National Solidarity Fund", uma instituição de caridade dedicada à luta contra a miséria.

- Michael visita um hospital infantil e traz presentes para os pacientes durante a sua estada em Amsterdam para a HIStory Tour. Um quarto no hospital (para pais que querem ficar com seus filhos) é nomeado "Michael".

- Michael doa a maioria do dinheiro arrecadado com o show da HIStory Tour em Bombay, Índia para as pessoas pobres do país.

- Antes de seu show em Auckland, Nova Zelândia, Michael realiza o desejo da pequena Emely Smith, que sofria de câncer e queria conhecê-lo.

- Michael visita o Royal Children's Hospital em Melbourne, doa brinquedos, dá autógrafos e visita as crianças.

- Durante sua estada em Manila com a HIStory Tour, Michael visita um hospital infantil. Ele anuncia que uma parte da arrecadação do show irá ser doada para a reforma do hospital.

1997

- Michael doa $1.1 milhão para uma instituição de caridade em Bombay que ajuda a educar as crianças vivendo em favelas.

- Revista britânica "OK!" publica fotos exclusivas do filho de Michael, Prince. A revista paga cerca de 1 milhão de libras pelas fotos. Michael doa o dinheiro para caridade.

- Michael autografa o livro "Children in Need" para um leilão da UNESCO.

- Michael conhece Aza Woods, 5 anos, que sofre de câncer, no Hilton Hotel em Las Vegas. Eles assistem à atração "Star Trek: The Experience".

- Michael chega em Harare, Zimbabwe. Ele é um membro da Delegação Americana convidado pelo Ministro da Defesa. A delegação agradece o governo de Zimbabwe por ajudar a manter a paz na área.

- Michael Jackson participou do 'Michael Jackson & Friends', shows beneficentes que tiveram a participação de vários artistas, apoiando a 'Fundação de Ajuda às Crianças Nelson Mandela', a 'Cruz Vermelha' e a 'UNESCO'.

- Michael presentea Nelson Mandela com um cheque de 1,000,000 na moeda da África do Sul para o "Nelson Mandela Children's Fund."

- Durante o Natal de 1999, uma violenta tempestade devastou o parque de Chateau de Versailles e destruiu 10.000 árvores no parque. O custo estimado para a reconstrução do parque é de $20 milhões. Algumas celebridades apoiaram a causa da restauração do parque. Oficiais franceses confirmaram que Michael Jackson é uma delas. Ele foi uma das primeiras pessoas a doar.

2000

- Em 28 de Outubro de 2000 Michael pintou um prato para ser leiloado no "Carousel of Hope Ball" para a pesquisa da diabete na infância.
2001

- Em 6 de Março de 2001 Michael doou um chapéu preto, uma liga de feliz aniversário e uma jaqueta usada no Monaco Music Awards em 2000 para o leilão Movie Action for Children, um evento organizado pela UNICEF, cujo arrecadação foi para a conscientização sobre a transmissão de HIV de mãe para filho na África.

- Em 26 de Março de 2001, Michael doou livros para jovens em Newark. O evento, que ajudou a lançar o Michael Jackson International Book Club, parte de sua caridade Heal The Kids, promovia a leitura na infância e encorajava os pais a voltarem a ler estórias de ninar para seus filhos.

2002

Em 25 de Abril de 2002, Michael Jackson se apresentou em um show para arrecadar dinheiro para o Comitê Nacional Democrata no teatro Apollo no Harlem, conseguindo arrecadar cerca de $3 milhões de dólares através de votos.

2003

Em junho 2003, a família Wolf, que perdeu quase todos seus pertences durante as enchentes em Saxony, Alemanha, foi convidada à Berlin por Michael Jackson quando ele estava no Bambi Awards. Na ocasião, Michael os convidou a Neverland. Em junho, eles passaram três dias em Neverland, conhecendo Michael e seus filhos.

4 comentários:

  1. Nossa, que texto! Realmente muito lindo Thucka! adorei, emocionada aq rs!!!
    Bianca S2

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei o que falar quando se trata de MJ. Ele é incomparavel. Não exiate e nem vai existir uma palavra que o defina.

    ResponderExcluir
  3. Eu não sei o que falar quando se trata de MJ. Ele é incomparável. Nunca sera esqueçido. O sorriao mais lindo do mundo inteirinho.

    ResponderExcluir
  4. Michael era muito bom em tudo. Inesquecível . Ele ajudou muitas pessoas infelizmente em troca só ganhou ingratidão . Mais uma coisa eu sei Michael esta no céu porque ele era muito bom . Meu sonho era conhecer ele.

    ResponderExcluir

- SE COPIAR ALGO, DÊ OS CRÉDITOS -
Ola! Depois de comentar, peço só um favorzinho que não custa nada, recomendem no google, clicando no icone "+ 1". Peço que por favorr, façam isso, vão me ajudar bastante, XD!!
Há, e comentários do tipo: "Curti muito, segue o meu" não terão créditos. Não custa nada falar da postagem antes.
Se desejarem parceria ou que eu me torne membro, coloquem o link do blog ou site que eu visitarei com certeza. Mas por favor, retribuam. Façam o mesmo aq ok?
E respeitem MJ. Nada de gracinhas e grosserias, comentários assim serão apagados. Quem não gosta dele não visita blogs que falam dele. Bejos!! Obrigado aos que seguem aq e aos que me visitam! XD

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...