quarta-feira, 28 de março de 2012

O que a mídia não mostra - caso Chandler



A criança, que em 1993, acusou Michael Jackson de assédio sexual, Jordan Chandler, disse agora que as suas acusações eram falsas e sem fundamento, e foram motivadas por "influência" de seu pai, Evan Chandler, que o obrigou a mentir para obter dinheiro. Hoje essa criança cresceu: e não quer deixar a mancha sobre a figura de Jackson que tanto influenciou a sua carreira e seu estado psicológico. Jordan Chandler não mente agora: existem provas que estão em tribunal na Suprema Corte de Nova Jersey. Nesse tribunal, com o Protocolo A-0422-05T1, em vigor desde 2006 (há 3 anos) uma queixa de Jordan Chandler contra o pai Evan Chandler por violência doméstica.
Um documento que durante estes três anos todos fingiram não ver. E quem quiser pôr em causa a credibilidade do rapaz pode confirmar que já em 2006 ele denunciou o pai, não é então uma vontade repentina de aparecer nos jornais. Nessa denúncia Jordan conta a violência sofrida: foi atingido por um taco pesado na cabeça, foi-lhe deitado líquido nos olhos e tentou estrangulá-lo. O fato é que Jordan não hesita em denunciar o pai, o pai agora acusado de ser responsável pelas acusações contra Michael Jackson, sob a infame acusação de pedofilia. Michael Jackson negociou com 22 milhões de dólares com o pai do rapaz, o que pareceu ao mundo inteiro um ato de admissão de culpa. No processo Jackson foi absolvido porque Jordan não testemunhou. Assim, todas as declarações de Jordan na altura foram fruto da violência usada para o convencer a inventar tudo.

Fonte do Governo confirma que Michael Jackson 
nunca abusou de uma criança.

Depois que Katherine Jackson reabriu o debate sobre a relação de Michael
Jackson com crianças em sua recente entrevista, onde ela afirma que ele nunca abusou de menores, uma fonte bem posicionada do governo disse ao RadarOnline que ela está completamente certa.

"O Departamento de Serviços a Família e Menores de Los Angeles está totalmente de acordo com Katherine, o seu filho nunca abusou de nenhum menor nos casos que o departamento investigou", disse uma fonte ao jornal. Jackson foi intermitentemente investigado pelo Departamento durante ao menos 10 anos. O Departamento levou a cabo uma primeira investigação muito extensa sobre as acusações feitas por um menor em 1993.

"Michael cooperou plenamente durante toda investigação do Departamento", disse a fonte. "Michael foi entrevistado durante horas sem seu advogado. Não
voltou atrás. Não podia entender por que lhe haviam feito essas acusações. O Departamento lhe exonerou de qualquer ato em TODAS as investigações".

A fonte também disse que Michael teve um tratamento como uma pessoa normal durante o interrogatório, afirmando que o interrogaram muito duramente, mas ele simplesmente não conseguia aceitar que alguém pudesse
lhe acusar de abusar um garoto. O outro acusador, em 2005 "não tinha absolutamente nenhuma credibilidade", contou. "O acusador e sua família entravam em contradição e contavam diferentes histórias sobre o que já havia sido alegado"

Créditos:http://michael-iloveyoumore.blogspot.com.br/2011/05/toda-inocencia-de-michael-que-midia-nao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- SE COPIAR ALGO, DÊ OS CRÉDITOS -
Ola! Depois de comentar, peço só um favorzinho que não custa nada, recomendem no google, clicando no icone "+ 1". Peço que por favorr, façam isso, vão me ajudar bastante, XD!!
Há, e comentários do tipo: "Curti muito, segue o meu" não terão créditos. Não custa nada falar da postagem antes.
Se desejarem parceria ou que eu me torne membro, coloquem o link do blog ou site que eu visitarei com certeza. Mas por favor, retribuam. Façam o mesmo aq ok?
E respeitem MJ. Nada de gracinhas e grosserias, comentários assim serão apagados. Quem não gosta dele não visita blogs que falam dele. Bejos!! Obrigado aos que seguem aq e aos que me visitam! XD

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...