quarta-feira, 18 de abril de 2012

My friend Michael


'No entanto, achei que Michael estava bem até que, antes de um dos shows na Cidade do México, Elizabeth Taylor, de repente, apareceu. Michael adorava certos ícones do cinema e Elizabeth era um de seus favoritos.
Ele se identificava especialmente com astros infantis atuais e antigos, como Elizabeth tinha sido, porque ele sabia que eles compartilharam algumas das mesmas experiências com as quais ele cresceu.
Meu pai foi realmente o homem que arranjou para que Michael e Elizabeth Taylor se encontrassem pela primeira vez. Foi o que aconteceu quando uma das filhas de Elizabeth estava se casando e ela estava hospedada no Helmsley Palace, ao mesmo tempo que Michael.
Embora ele estivesse saindo naquele dia, ele chamou meu pai ao seu quarto e disse: 'Dominic, por favor, entregue este bilhete a Elizabeth Taylor. Eu realmente adoraria conhecê-la.'

Ele entregou ao meu pai um bilhete escrito à mão. Meu pai o entregou devidamente à estrela quando ela voltou para o seu quarto, após o casamento. Quando Michael voltou para o hotel, dois ou três meses mais tarde, ele ficava perguntando ao meu pai: 'Você deu a carta a Elizabeth? Tem certeza de que ela a recebeu?'
Ele não podia acreditar que ela não havia entrado em contato com ele.
Um mês depois, Elizabeth finalmente o chamou, e na próxima vez que meu pai o viu, Michael, feliz, relatou que ele e Elizabeth jantaram. O resto é história. Ela era uma mulher amorosa, e foi muito maternal com Michael. Eles jantavam juntos quando seus caminhos se cruzavam e trocaram favores entre si: ela lhe emprestou seu chalé em Gstaad, ele recebeu seu oitavo e último casamento, com Larry Fortensky em Neverland.

Ela o visitou no hotel na Cidade do México, e Michael a considerava uma aliada confiável, então quando ela apareceu, ele ficou, inicialmente, emocionado. Mas nos bastidores, antes do show, Elizabeth levou a mim e a Eddie de lado:
‘Michael tem que ir embora por um tempo' ela disse-nos. confidencialmente. 'Ele não está se sentindo bem, e vamos buscar ajuda para ele. Após o show, ele entrará no avião e nós o levaremos a um lugar seguro.'
Era isso. Michael estava indo para a reabilitação.
Michael, Eddie e eu estivemos juntos por quase dois meses quando, de repente nossa aventura Huck Finn*  (* referência a um livro de aventuras) teve um fim abrupto. Michael sabia que Eddie e eu éramos parte de algo maior. Viemos com nossos pais, nossos irmãos e irmãs.
Nós tínhamos sido todos da família para ele durante o momento mais difícil que ele tinha experimentado em sua vida. Ele encontrou pessoas que o apoiaram e amado por quem ele era, não importa o que os outros diziam sobre ele.
Muitas vezes eu me pergunto o que foi que ele viu em mim e eu acho que a resposta era simples: nos meus olhos, ele se sentiu reconhecido, visto como seu eu real. Eu gostava dele, pelas mesmas razões que ele gostava dele mesmo. Ele era simplesmente um dos meus melhores amigos.
Eddie e eu assistimos o show final da noite, mas sabíamos que tudo tinha mudado. O resto da turnê seria cancelado e isso nos fez muito triste.
Após o show, Eddie e eu fomos com Michael para o aeroporto, onde um jato particular estava esperando. Nós dissemos nossos adeuses no carro, todos nós chorando como bebês. Michael embarcou no avião, que logo partiu para Londres, onde ele estava para entrar em reabilitação.
Ninguém além de nós sabia que Michael havia ido embora. Quando chegamos ao hotel, um guarda de segurança com uma toalha escura sobre a cabeça acenou para os fãs e entrou no hotel com a gente, fingindo ser Michael.
Naquela noite, Eddie e eu subimos na cama de Michael e ficamos acordados, conversando noite adentro. O quarto parecia estranho e vazio sem ele. Meus pais já estavam a caminho para nos encontrar, pois eles estavam planejando a visitar-nos novamente na Cidade do México.Quando eles chegaram, Bill Bray explicou a súbita mudança de planos.
Michael havia cancelado o restante da turnê e entrara em reabilitação. Os meus pais viram que Michael não estava bem, que ele precisava de uma pausa nas apresentações sem escalas. Eles não pensaram que ele estava entrando em reabilitação porque ele estava viciado em drogas, ou que tinham deixado os seus filhos aos cuidados de alguém que estava usando drogas, um pensamento que assustaria qualquer pai.
A relação de Michael com as drogas, que um dia se tornaria muito mais complicada e evidente, não estava em seu radar. De qualquer forma, eles estavam certos em confiar em Michael, ele nunca teria deixado que nada interferisse com o cuidado de seus filhos.

Nos últimos anos, Michael explicou-me que o cancelamento da turnê não teve nada a ver com o vício em remédios. Foi por causa que a data de sua próxima apresentação na turnê seria em Porto Rico, em solo americano, e se ele tivesse entrado nos Estados Unidos neste momento, havia uma chance muito real de que ele tivesse sido preso sobre as acusações de abuso sexual infantil.
Para evitar sua prisão, sua equipe veio com uma maneira de tirá-lo do resto da turnê. A única maneira de garantir que a parte da turnê que foi cancelada seria coberta pelo seguro seria se Michael optasse pela causa de um problema médico.
Então ele disse ao mundo que ele tinha um problema com remédios. Foi humilhante, outro sério golpe à sua reputação, mas ele não tinha outra opção viável.
Deixar a turnê em circunstâncias tão humilhantes deve ter sido devastador para Michael. Quanto a mim, no meu mundo próprio muito menor, depois de voar pelas cidades exóticas ao redor do mundo e fazer parte da turnê de um dos artistas mais famosos do negócio, tendo que retornar à oitava série, em Nova Jersey, seria um duro despertar.'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- SE COPIAR ALGO, DÊ OS CRÉDITOS -
Ola! Depois de comentar, peço só um favorzinho que não custa nada, recomendem no google, clicando no icone "+ 1". Peço que por favorr, façam isso, vão me ajudar bastante, XD!!
Há, e comentários do tipo: "Curti muito, segue o meu" não terão créditos. Não custa nada falar da postagem antes.
Se desejarem parceria ou que eu me torne membro, coloquem o link do blog ou site que eu visitarei com certeza. Mas por favor, retribuam. Façam o mesmo aq ok?
E respeitem MJ. Nada de gracinhas e grosserias, comentários assim serão apagados. Quem não gosta dele não visita blogs que falam dele. Bejos!! Obrigado aos que seguem aq e aos que me visitam! XD

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...